I want you…

Ta… é o meu 3º post e eu coloco novamente um título que tb é o título de uma música, ou de várias né?! Impressionante como tem música com “I want” alguma coisa, ou alguma coisa “I want” e por ai vai… Isso significa então que querer é um bom tema para musicas?! Acho que sim.

Mudando, mas não totalmente de assunto…

Responda-me uma coisa; você é ciumento (a)? Mas seja sincero (a) comigo, e com você mesmo(a). Não é difícil, é só dizer sim ou não, talvez ou mais ou menos, depende, enfim, só seja sincero (a). Agora, antes de responder, questione-se sobre o que é sentir ciúme.

Dicionário: Ciúme; 1 sentimento de posse relativo à pessoa amada, 2 inveja…

Estava eu aqui, lendo textos na internet sobre o ciúme, e pensei se me daria o trabalho de escrever o meu próprio texto sobre ciúme, ou se copiaria de alguma fonte, conclusão: Meus neurônios fervem por vocês!

Ok. Certo. Vamos lá. ODEIO com todas as minhas forças me sentir insegura, e saber que aquele sentimento de posse ridículo toma conta de mim. Logo eu que amo a minha liberdade, meu espaço e coisas do gênero. O ciumento vê tudo de uma forma piorada, ou dramática, faz de uma gota um oceano inteiro. Ta certo que existem vários tipos de ciúme, e vários tipos de intensidade, não to colocando isso “na mesa”. O fato é sentir ciúme, não controlar aquela coisinha que formiga dentro de você, que te faz pensar coisas e mais coisas, faz com que você se sinta a mosca do cocô do cavalo do bandido, ou não se sentir querido (a).

Eu tenho vários ciúmes, dos amigos, do coração, e da família Nesse momento, eu sinto vontade de comer os cotovelos por não poder fazer nada com o meu ciúme, por que nem engoli-lo eu to conseguindo. Pode ser bobeira, drama, o que for… quem nunca foi ciumento, que atire a primeira pedra, mas vamos dizer que eu elevei o meu ciúme a um novo nível, a mistura fatal dele com a saudade. Aí, tem aquele ditado, “quem procura, acha“, certo? Aí eu vou lendo, e me rasgando por coisas que talvez não existam mais, mas que fizeram parte de um presente e aquilo vai me dando uma coisa aqui dentro, uma dor desnecessária, tudo por que eu apertei de novo o botãozinho da insegurança e…

(ai eu paro, respiro fundo sem querer junto com a Fiona Apple antes de ela terminar a música…)

Ciúme é uma merda, porém necessário para alguns que dizem que é o tempero da relação, que é como se demonstra carinho (isso é meio estranho, mas é verdade). Pense assim, se o seu namorado (a) não sente ciúme de você não necessariamente significa que ele (a) não goste de você, que não te ame. Cada pessoa é de um jeito, uns mais exagerados, outros mais contidos, mas TODO MUNDO SENTE CIÚME. Não existe um ser humano, passivo de erro, que vive sem sentimentos, e sem ciúme, e sem um bando de sentimentos que estão acorrentados a esse meio. É normal, só isso, certo?!

Eu acredito que se você é ciumento de mais, exagerado, deve se amar mais, e nem adianta vir com aquele papo de “eu me amo” por que não to dizendo que você não se ame. Tem que confiar mais em você, e nos seus princípios. Se o seu ciúme tiver um fundamento, talvez aquela pessoa não te mereça ou sei lá, ja tô perdendo o raciocínio.

Enfim. Sentir ciúme excessivo não é legal, não faz bem pro outro, nem pra gente. Mais fácil, é tentar conviver com tudo isso, aliado a saudade (no meu caso) se torna uma bomba caseira, com detonador preso no meio dos dedos, pronto para ser ativado, Isso significa que eu tenho que ficar com o dedo parado, se não eu falo o que quero, escuto o que não quero, e coisas do gênero, e isso (novamente) não é legal! 😀

Eu amo, de uma forma nova, saudosa,  dolorida e não repetitiva. Intenso de mais, para não ser verdadeiro. Verdadeiro de mais para não ser sincero, e sincero de mais, para não ser fiel as minhas convicções de vida.

Sentir saudade é uma merda, sentir ciúme é uma merda pior ainda, enfim, TODOS NÓS SOMOS ASSIM! E chega. Se quiser uma definição mais psicológica e bem escrita sobre ciúme, procure no Google como eu fiz, mas no final do post eu coloco uns links pros possíveis preguiçosos.

E a música tema da vez é… Sem explicações. Total feeling da mocinha que se expressa muito bem enquanto canta, e me encantou com tanta emoção.

Fiona Apple – I want you (Elvis Costello cover)

“Oh my baby baby I love you more than I can tell
I don’t think I can live without you
And I know that I never will
Oh my baby baby I want you so it scares me to death
I can’t say anymore than “I love you”
Everything else is a waste of breath
I want you
You’ve had your fun you don’t get well no more
I want you
Your fingernails go dragging down the wall
Be careful darling you might fall
I want you
I woke up and one of us was crying
I want you…”

Links –

http://gballone.sites.uol.com.br/voce/ciume.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ci%C3%BAme

E por ai vai… Coloca “ciúme” no Google que aparece muita coisa…

Anúncios

1 Comentário

  1. Foda… cimentinha de preparação pra concreto… eu te amo… mesmo a distância…

    Sheakespere disse algo sobre ciúme, que infelizmente não me lembro o que…

    mais algo sobre medo, ele disse e acho que vale:

    “O medo só faz com que percamos tudo aquilo que amamos”

    Sigamos então Pacotinho…

    Até breve e amo vc pacotinho… de um modo novo tb!


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s