Sexta-feira(s)

Há algum tempo que que toda sexta-feira me junto com alguns amigos e sentamos pra comemorar a chegada do final de semana. Na última sexta dia 16, enquanto conversava, me dei conta da enorme quantidade de cantores que eu aboli do meu último ano pelo simples e estúpido fato de me trazer uma lembrança ruim. Entre alguns desses cantores, estava um dos meus preferidos, Lenine. Descobri que eu não tenho quase nada dele aqui no meu PC, fiquei frustrada por ter deletado. Nos lembramos enquanto conversavamos d música “miedo”, que ele gravou com a fofíssima da Julieta Venegas, uma cantora mexicana que infelizmente é pouco conhecida no Brasil por seu trabalho, mas tem uma música gravou uma música om a Marisa Monte, que também é outra cantora que eu gosto muito de ouvir e canto uma música dela em especial toda noite pro meu pequeno dormir.

Mas, voltando a falar de Lenine, eu pergunto à você que esta perdendo o seu valioso tempo “me lendo” agora: Qual a música que mais te marcou, ou que você mais ouviu, que você gosta mais, ou te lembra alguma situação especial (seja ela boa ou ruim), ou alguém?!

Eu tenho uma, que na minha opinião, é a mais linda, mesmo sabendo que vou cair num clichê popular. Sim, paciência, que eu estou obviamente ouvindo repetidamente enquanto escrevo esse post, e que ja ja estarei terminando pois até para mim, existe limite para o meu masoquisto sentimental.

O que acontece, é que essa música tem nome, sobrenome, RG, CPF, endereço e por ai vai… e eu?! literalmente finjo ter paciencia… Não que faça alguma diferença na minha vida hoje, mas nem só de hoje se vive, e nem só de amanhãs se tem esperança. Foi apenas uma lembrança, como eu disse, boa ou ruim, são apenas lembranças.

É claro que ele tem mais trocentas músicas que podem até ser muito mais bonitas do que essa, que eu sei, mas essa fatalmente foi a que mais me marcou.

Lenine – Paciência

“Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não pára…

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara…

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência…

O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência…

Será que é tempo
Que lhe falta prá perceber?
Será que temos esse tempo
Prá perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara…

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não pára
A vida não pára não…

Será que é tempo
Que lhe falta prá perceber?
Será que temos esse tempo
Prá perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara…

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não pára
A vida não pára não…

A vida não pára…”

————-

ATENÇÃO: Estou procurando emprego sem carteira assinada, ou um milagroso estágio para uma estudante de Comunicação Social no 1º período. Se algiém souber de algo, POR FAVOR, me manda um e-mail: karyn1306@gmail.com. OBRIGADA desde já.

Anúncios

2 Comentários

  1. Com certeza paciência é minha música preferida do Lenine.

    Pratique mais o desapego!

    Legal o Blog.

  2. Foi um longo caminho, fruto do mais puro ócio… hahaha… Twitter de uma amiga > vi seu avatar > curiosidade > cliquei > achei seus tweets bem legais > bio > blog > li, curti e comentei > fim!!!

    huahauhuahau…

    Valeu a visita… Tb adoro a Kaley!!!

    PS: Te segui lá no Twitter… ve se volta a escrever por aqui… ;D


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s