Tudo acontece (aqui) em Elizabethtown

Já tinha ouvido muito falar sobre “Tudo acontece em Elizabethtown” antes de estar preparada para assistir. Um dia, qualquer que eu não me lembro, coloquei na TNT e lá estava o filme, bem no começo, dublado. Sentei, me acomodei, e relaxei. Quando o filme acabou, me dei conta do quando me identificava com Claire, a personagem de Kirsten Dunst. Tem parte cena em que ela caminha com Drew, o personagem de Orlando Bloom, em que ela diz na cena da foto abaixo:

Claire: Você e eu temos um talento especial, e eu percebi isso imediatamente!
Drew: Diga-me.
Claire: Nós somos pessoas substitutas

Bom… Identifico-me com a Claire por ela ser espontânea, ser ótima em consolar os outros, e por ela se sentir uma pessoa substituta na vida das pessoas, alguém que fica por um tempo determinado na vida de alguém, e depois ou eu me vou da vida dessa pessoa, ou essa pessoa se vai da minha vida, com possibilidades pouco prováveis de um encontro aleatório na rua. Sabe aquilo de ser importante para alguém em algum momento e depois, por algum motivo ou por motivo nenhum, não ser mais?! Tudo bem que nem nossa família fica na nossa vida para sempre, mas eu não consigo administrar isso na minha cabeça às vezes (ou sempre), mas isso de deletar alguém da sua vida, por ela ter passado, é muito complexo, não sei. Ando muito contemplativa ultimamente, até demais pro meu gosto.

ENFIM! Elizabethtown é um filme lindo, delicado, que mostra como toda família no fundo é, um se mete na vida do outro, no fundo no fundo, todo mundo se ajuda, uma relação hipócrita e genuinamente familiar. A diferença é que aqui, os velórios são mais tristes e intensos, acho que temos formas diferentes de sofrer por alguém que partiu, só isso.

A trilha sonora também é muito boa:

Volume 1

  1. It’ll All Work Out – Tom Petty and the Heartbreakers
  2. My Father’s Gun – Elton John
  3. IO (This Time Around) – Helen Stellar
  4. Come
  5. 60B (Etown Theme) – Nancy Wilson
  6. Pick Me Up – Ryan Adams
  7. Where to Begin – My Morning Jacket
  8. Long Ride Home – Patty Griffin
  9. Sugar Blue – Jeff Finlin
  10. Don’t I Hold You – Wheat
  11. Shut Us Down – Lindsey Buckingham
  12. Let It Out (Let It All Hang Out) – The Hombres
  13. Hard Times (Come Again No More) – Eastmountainsouth
  14. Jesus Was A Cross Maker – The Hollies
  15. Square One – Tom Petty
  16. Same In Any Language – I Nine

Volume 2

  1. Learning to Fly – Tom Petty and the Heartbreakers
  2. English Girls Approximately – Ryan Adams
  3. Jesus Was A Crossmaker – Rachael Yamagata
  4. Funky Nassau Pt. 1 – Beginning of the End
  5. Loro – Pinback
  6. Moon River – Patty Griffin
  7. Summerlong – Kathleen Edwards
  8. …Passing By – Ulrich Schnauss
  9. You Can’t Hurry Love – The Concretes
  10. River Road – Nancy Wilson
  11. Same in Any Language – Ruckus
  12. What Are They Doing in Heaven Today – Washington Phillips
  13. Words – Ryan Adams
  14. Big Love (Live)- Lindsey Buckingham
  15. I Can’t Get Next To You – The Temptations

Recomendo procurar e baixar a trilha, é linda, doce.

Bom, quero deixar bem claro que não estou aqui para fazer resenha de filme nenhum. Só estou mostrando o meu ponto de vista sobre o filme, e acho que Elizabethtown é um filme que todos deveriam assistir um dia.

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s