Indas e Vindas do Amor

Sabe, a vida é engraçada. Hoje eu resolvi não sair, minha pseudo inspiração foi jogada pelo ralo do chuveiro, espantei o sono e decidi assistir um filme. Olhei nos meus downloads o que eu ainda não tinha assistido e bati de frente com Indas e Vindas do Amor. Pensei comigo: “ah, vai ser bom para distrair, dar sono e é mais um filme legal…” e realmente foi, só que tem um porém, consegui me surpreender no final (sendo que eu tenho uma péssima mania de adivinhas o fim dos filmes, ansiedade é um caso sério, eu sei).

Indas e Vindas do Amor conta a história de um dia dos namorados na vida de muitos casais e/ou pessoas diferentes. No estilo Simplesmente Amor e Nova York, Eu Te Amo, o filme me prendeu até o fim, é engraçado, e o final foi emocionante por uma parte em especial (e só quem me conhece e ja assistiu o filme pode matar a charada).

O longa conta com a participação de muitas estrelas, mas admito que meus preferidos são  Ashton Kutcher, Eric Dane, Julia Roberts, Anne Hathaway e Jennifer Garner… não necessariamente nessa mesma ordem. rs

O filme me surpreendeu porque não é um filme espetacular, é um filme simples, engraçado como toda comédia romântica boa e me fez parar para pensar na vida. Pois todos nós passamos por indas e vindas no amor. As pessoas gostam de ter alguém para chamar de seu. eu sei que isso é brega, mas é verdade. É bom se ter alguém para ficar chamegando na cama sem noção de hora trocando risos, como é bom ter alguém para ir ao cinema e/ou jantar fora, é bom dar e receber presente independente de se hoje é ou não dia dos namorados. Mas existem aqueles que, por comodismo ou não, gostam de estar sozinhas (eu). Não que eu não sinta falta de ter alguém, porque eu sinto, mas por enquanto eu me basto! Sim, mania de autosuficiencia, mas eu acho isso de depender sentimentalmente de alguém muito piegas, e eu não ando muito piegas ultimamente.

O filme trata de muito mais além relacionamentos entre casais, mas o principal, é que fala das várias formas de amar, independente de idade, sexo, cor, profissão e ligação. Sabe aquela coisa de “o amor da sua vida pode ter estado ao seu lado o tempo todo e você só não percebeu por estar ocupado demais tratando ele como nada a mais que seu amigo?!” Pois é, um clichê, mas como eu vi em outro filme (Tudo Pode Dar Certo), eu gosto de clichês!

Ah, a trilha sonora é bem legal também, sem contar a chatinha da Tylor Swift, é claro:

 

1. Taylor Swift – Today Was A Fairy Tale
2. Michael Franti & Spearhead – Say Hey (I Love You)
3. Jools Holland and Jamiroquai – I’m In The Mood For Love
4. Willie Nelson – On The Street Where You Live
5. Sausalito Foxtrot – Everyday
6. Jewel – Stay Here Forever
7. Ben E. King – Amor
8. Amy Winehouse – Cupid
9. Maroon 5 – The Way You Look Tonight
10. Joss Stone – 4 And 20
11. Diane Birch – Valentino
12. Nat King Cole – Te Quiero Dijeste
13. Taylor Swift – Jump Then Fall
14. Black Gold – Shine
15. Steel Magnolia – Keep On Lovin’ You
16. Leighton Meester – Somebody To Love (featuring Robin Thicke)
17. the bird and the bee – I’m Into Something Good
18. Anju Ramapriyam – Signed Sealed Delivered I’m Yours

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s